Sobre Nós

 A ANTEPARO é  uma organização independente que tem o objetivo de promover o bem estar das comunidades através da implementação de projectos que as habilitem a ser mais resilientes  às condições precárias de saúde e nutrição em comunidades mais vulneráveis em Moçambique.

O nosso logótipo por si só já denuncia parte daquilo que é o nosso trabalho.

Porém, identificamos a necessidade de associá-lo a um elemento que complementasse a sua funcionalidade. Daí surgiu o slogan – well being for everyone- o que literalmente traduzido significa – Bem estar para todos.

Acreditamos que o mesmo reflecte o nosso compromisso não apenas com as comunidades com maior acesso a oportunidades mas também, com as comunidades rurais e mais desfavorecidas.

Desde a sua criação, em 2016, a ANTEPARO tem mantido elevados níveis de sucesso. Actualmente é um dos membros Fundadores da Aliança Nacional De Luta Contra Doenças Não Transmissíveis de Moçambique.

HCM Aliança-56

VISÃO

Pretendemos ser a Associação Regional de referência em matéria de tratamento e diagnóstico de câncer bem como a ponte entre as comunidades mais desfavorecidas e quem quer ajudar no potenciamento e desenvolvimento das mesmas comunidades

MISSÃO

Promover, de forma sustentada e num contexto profissional de excelência, a qualidade de vida e a inclusão das pessoas com deficiência, incapacidades e excluídas para eliminar o preconceito e facilitar o acesso ao tratamento.

VALORES

1.Respeito pelos saberes, hábitos e costumes locais.
2.Liderar para os outros e decidir de forma participativa.
3.Equidade e justiça, assegurar a igualdade de oportunidades a todos, independentemente de raça, idade, género, orientação sexual, cor, classe, etnia, deficiência, localização e religião.
4.Honestidade e transparência, assumir a prestação de contas a todos os níveis para a efectividade das nossas acções e manter-nos abertos em nossos julgamentos e comunicação com os outros.
5. Solidariedade com os pobres, alinhar com as pessoas pobres e excluídas serão o nosso único preconceito na luta contra a pobreza.

Onde Trabalhamos

A nível nacional, a Anteparo tem a sua sede em Maputo, com presença física em três provincias:  Maputo, Sofala, Inhambane.

HCM Aliança-1gg

Objectivos

  • Melhorar as condições de saúde da população, com particular ênfase, a das comunidades rurais mais vulneráveis;
  • Dotar as comunidades de melhores conhecimentos de nutrição, para que possam adoptar práticas alimentares saudáveis;
  • Dotar as comunidades de maior capacidade para preservar os recursos naturais importantes para o desenvolvimento rural e conservação da natureza;
  • Aumentar o rendimento familiar, especialmente, nas zonas rurais mais desfavorecidas.

Projectos

Escola comunitária em “sacos de areia” – Sussundenga Pós-IDAI

O Projecto
A.1
A.2
A.3
A.4.
A.5.
O Projecto

A anteparo, associação sem fins lucrativos, solidária para com as vítimas do ciclone IDAI, pretende construir uma escola comunitária no novo centro de reassentamento em Nhanhemba 2 (Sambanhe, Mussengui, Ndamanicua), com recurso á tecnologia do hiperadobe, uma inovação da construção com sacos de areia.

Parceiros:

1. Governo Provincial de Manica: apoio na concessão do espaço e mobilização da comunidade.

2. Bio-habitate (www.biohabitate.com): apoio na transferência de conhecimento, tecnologia e formação dos voluntários e comunidades no terreno.
https://web.facebook.com/biohabitate/

3. Roots Grown Deep (www.rootsgrowndeep.com): mobilização de voluntários e respectiva logística.
https://web.facebook.com/rootsgrowndeep

4. Hadithi Ya Africa (www.hadithiyaafrica.com): mobilização de voluntários e respectiva logística.
https://web.facebook.com/HadithiYaAfrica/

Objectivos do exercício:

1. Humanitário: Entregar uma escola com 1300 m2 e 18 salas de aulas, que seja também um edifício polivalente de utilidade comunitária.
2. Demonstrativo: A construção com terra comprimida em saco (tela de polietileno tecida como um tubo de 35cm de largura) proporciona segurança, estabilidade, conforto térmico e baixíssimo impacto ambiental. Juntando a isso o seu custo baixíssimo, alta velocidade de execução e nenhuma necessidade de mão de obra especializada, a técnica seria ideal para construir refúgios em países desolados por guerras ou catástrofes naturais.
3. Académico: 30 estudantes universitários voluntários de arquitectura e engenharia estão a ser mobilizados.

Junte-se a nós e apoie-nos nesta iniciativa, quer seja financeiramente ou fisicamente… ajudando-nos a colocar cada saco de areia no seu lugar!!!

A.1

A ser em executada em 40 dias e 40 noites a escola terá 1200 m2, 18 salas de aulas e obrigará a movimentação de quase 1400 m3 de terra. Floresta alimentar e permacultura integram o projecto

A.2

60 voluntários, entre arquitectos, engenheiros e estudantes voluntários de Moçambique, Brasil e África do Sul estão se juntando em acampamento no novo centro de reassentamento da população afectada pelo ciclone IDAI em Nhanhemba 2, Sussundenga, para erguer o primeiro edifício em hiperadobe no País como alternativa para reconstrução.

A.3

A forma do edifício e suas proporções se inspiram na proporção áurea e série de Fibonacci presente em todos seres vivos

A.4.

Casa em sacos de terra (hiperadobe) feita pelos nossos parceiros da Biohabitate

A.5.

Material reciclado como tubos e jantes serão usados para fazer as janelas. Exemplo de casa em sacos de terra (hiperadobe) feita pelos nossos parceiros da Biohabitate